Home / Dicas / Roteiro de 4 dias em Londres
Roteiro de 4 dias em Londres

Roteiro de 4 dias em Londres

Oi gente, antes de minha viagem comecei a fazer o roteiro de 4 dias em Londres e quando começamos a fazer itinerários para viagens podemos ter duas dificuldades: a falta de informação e o excesso delas. Nesse caso, claro, achei tanta coisa falando sobre Londres, tantos roteiros, que fiquei tentando montar um que explorasse muitos pontos que se localizassem perto uns dos outros, otimizando o tempo e andando de metrô apenas quando necessário.

Depois da viagem conferi o roteiro que eu havia feito e muita coisa deu certo, outras fui mudando de acordo com o tempo que eu queria passar em alguns lugares que eu gostei mais, por exemplo. Mas uma coisa é certa, eu andei muito a pé e de metrô, muito! Pode ser que andar muito a pé seja uma desvantagem se considerarmos quem tem pouco tempo na cidade, mas se ficar só andando de metrô também não dá para conhecer e sentir realmente a cidade. É preciso planejar e encontrar um meio termo para que o tempo seja muito bem aproveitado, aliás, andar de metrô em Londres faz parte da viagem de qualquer pessoa.

O metrô de Londres, ou Tube, como é conhecido, é o maior e mais antigo do mundo, e tem esse nome porque os túneis por onde passam os trens são no formato de tubo. O metrô londrino chega a transportar 3 milhões de pessoa por dia em suas 11 linhas. Até quem é acostumado a usar metrô pode se sentir perdido por lá, mas todas as estações são bem sinalizadas. É só ter cuidado para não pegar o trem no sentido errado.

Se você for passar de 4 dias até 7 dias compre o Travel Card de 1 semana (weekly), o Oyster Card. Apesar de Londres ter 6 zonas de metrô, quem a visita fica basicamente na 1 e na 2. (O aeroporto Heathrow é na 6, mas você pode comprar o ticket para esta zona na estação de embarque). O Oyster é um cartão para o transporte que custa 5 libras (valor apenas do cartão) e barateia o valor das passagens. As 5 libras são reembolsáveis se antes de você ir embora devolver o cartão em um dos guichês onde são vendidos. O Oyster com passe ilimitado nas zonas 1 e 2 custa, por 7 dias consecutivos, £31.40 ou R$123 ou U$49. Você também pode comprar um Oyster Card Pay and Go, você carrega com dez libras, por exemplo, e sua quando necessário.

Agora vamos aos pontos visitados no primeiro dia em Londres:

  • London Eye
  • Big Ben
  • Parlamento Inglês
  • Westminster Abbey
  • St James Park
  • Palácio de Buckingham
  • Hyde Park
  • Serpetine Gallery – das 10 às 18h – de graça
  • Diane Memorial Fountain – das 10 às 20h – de graça
  • Natural History Museum
  • Piccadilly Circus

Observação: priorizei os museus, mas as igrejas e outros prédios permitem visitas. Definitivamente não dá para visitar igrejas, museus, parques, lojas, ir a espetáculos, a restaurantes e a London Eye em um dia só. Entrar em todos os lugares de Londres em apenas 4 dias é impossível, então priorize o que realmente te interessa.

O roteiro
Início: Estação Waterloo/Waterloo Station (onde foi gravada uma das melhores cenas do filme O Ultimato Bourne). A estação fica vizinho a London Eye (£29.50, cerca de R$116 ou U$46). Ao sair da estação, aproveite para fazer umas boas fotos com o Parlamento Inglês e o Big Ben ao fundo.

Atravesse a ponte Westminster (Westminster Bridge) e lá estará o Parlamento Inglês e a torre do Big Ben (o sino que toca de 15 em 15 minutos). Aproveite para fazer as fotos da London Eye.

Neste primeiro momento não subiremos na London Eye, deixemos para o terceiro dia. Logo mais à frente, no sentido oposto ao rio Tâmisa, fica a Abadia de Westminster (a entrada custa £18.00, cerca de R$70 ou U$28), onde acontecem as coroações dos reis e onde houve o casamento do Príncipe William e de Kate.

Andando um pouco mais você vai passar pela frente do prédio onde houve a primeira conferencia da ONU, depois segue para a Downing Street, onde mora o Primeiro Ministro. Sempre há um movimento da entrada desta rua, mas há guardas fazendo a segurança e não é aberta ao público. Vizinho fica a Horse House, e lá já começa a troca de guarda se você chegar em torno das 11h de um dia de verão.

Clique aqui e veja 7 dicas imperdíveis de como planejar sua viagem

Por falar nisso, quem for a Londres no verão sugiro acompanhar a troca da guarda, que acontece todos os dias às 11h30min. Segui minha programação certinha e deu exatamente para acompanhar desde a Horse House, passando por The Mall (rua larga e comprida que leva ao Palácio de Buckingham), seguindo a bandinha até o Palácio de Buckingham. Estava lotado de turistas, mas mesmo assim dá para ver tudo.

Ao chegar no Palácio de Buckingham, aguarde o término da troca de guarda e siga pela Constitution Hill para o Hyde Park, passando antes pelo St James Park. De lá, vá para o Memorial para a Princesa Diana (fonte circular e linda) e a Serpetine Gallery. Fique um pouco pelo Hyde Park, descanse, faça um lanche (ou almoce logo) e recupere as energias para seguir caminhando para os 3 museus que ficam ali ao lado.

Do Hyde Park siga para o Science Museum, Natural History Museum e Victoria and Alberto Museum (V&A), são pertinho um do outro, escolha um para visitar. Eu fui ao Natural History Museum e deixei o Science Museum e o V&A para o outro dia. Museu exige muito tempo e o desgaste físico é muito grande, não aconselho sair de um e ir para o outro, a não ser que você realmente só passe rapidamente por eles.

Saia do museu e vá até para a estação South Kensington, fica na calçada do Natural History Museum, nessa estação cruzam as linhas amarela (Circle), verde (District) e azul (Piccadilly), você nem vai precisar trocar de linha se pegar o metrô certo para ir a Piccadilly. Desça na estação Piccadilly Circus Station, tire várias fotos em frente ao que dizem ser “a esquina mais cara do mundo” (onde ficam os telões de propaganda da TDK, Sanyo etc), coma algo por lá, compre um souvenir e finalize o dia batendo perna, jantando em algum restaurante da região e fazendo umas comprinhas. Aproveite esta região de Piccadilly para explorar a cidade, é sensacional! (Para as mulheres, uma dica: a rede de farmácias Boots oferece muita maquiagem e outros produtos que adoramos por um preço bem bom, fiquem atentas).

Obs.: São muitas atrações em Londres, os museus ocuparam muito o tempo em que estive lá, mas aos que não gostam de museu, existem muitos outros lugares para ir, além de dezenas de espetáculos e concertos nos parques e nos teatros. Bares e pubs estão por todos os lados também. Londres tem opção para todas as pessoas.

Posts relacionados:
Roteiro de 4 dias em Londres – Dia 2
Roteiro de 4 dias em Londres – Dia 3
Roteiro de 4 dias em Londres – Dia 4
Como é o passeio na London Eye

Sites de interesse:
London Eye
Tube – metrô de Londres
Oyster Card – cartão do transporte londrino

Foi a Londres? Compartilhe conosco sua experiência! Deixe-nos um comentário!

 

Sobre Priscila Lima

Administradora apaixonada por viagens e que aproveita cada dia de folga para descobrir uma coisa nova pelo mundo. Compartilhar informações sobre qualquer coisa e cuidar deste site são seus passatempos favoritos.

2 comentários

  1. Caroline Pereira

    Gostaria de saber se o roteiro de 4 dias pode ser feito no mês de janeiro, no inverno.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

*

Subir
%d blogueiros gostam disto: