Home / Roteiros / América do Sul / Jericoacoara, Pedra Furada e Lagoas
Jericoacoara, Pedra Furada e Lagoas

Jericoacoara, Pedra Furada e Lagoas

DIA 4: JERICOACOARA, PEDRA FURADA E LAGOAS / FORTALEZA

(Veja o Post-índice da viagem Natal-Fortaleza de carro)

Felizmente encontramos o contato de uma empresa de turismo de Jijoca e ligamos imediatamente, mas para fazermos tal passeio teríamos que estar em Jijoca ou na comunidade do Preá, que era rota do passeio. Assim fizemos. Saímos muito cedo do hotel em Acaraú e fizemos todo o percurso novamente pela CE 085 e pela estrada de barro; encontramos o bugueiro no posto de gasolina da cidade, assim como combinado. Deixamos nosso carro lá novamente, entramos no buggy e saímos do Preá para o primeiro ponto turístico do passeio: a pedra furada. Com todo respeito, foi o maior programa de índio que fiz na vida, mas é aquela história, se estamos lá e achamos que vai ser legal, vamos encarar. Uma hora de caminhada para ver uma pedra furada sem nada de espetacular. (Gosto é algo muito particular, mesmo que as pessoas me digam que não vale a pena eu vou, pois gosto de tirar minhas próprias conclusões).

Saímos da pedra furada, caminhamos mais outro tanto de tempo voltando para onde estava o buggy, pois só se chega na pedra a pé, e continuamos o passeio pela praia, que era completamente deserta, linda! O tempo ficou nublado, mas foram apenas uns cinco minutinhos de chuva fraca, o que não estragou o passeio, então o sol veio com vontade deixando as fotos e a cor da água muito mais bonitas.

(Veja 7 dicas imperdíveis para você planejar sua viagem)

Seguimos então para duas paradas nas lagoas da região. O guia explicou que devido à seca o nível da água estava muito baixo, e de fato estava. Mas não tivemos problemas com isso. Entramos em uma trilha aberta pelos próprios bugueiros, com mata praticamente fechada onde só cabia um carro (via de mão única, o que aumentava a adrenalina), e que fazia com que frequentemente precisássemos parar quase dentro do mato para algum 4×4 ou buggy cruzar no sentido contrário. Todo esse passeio era ao som de um forró eletrizante, o importante é entrar no clima. 🙂

Chegamos então à Lagoa do Paraíso, que de fato era o que parecia. Água cor de esmeralda, cristalina, com quiosques na areia, um restaurante um pouco mais acima e redes armadas dentro da água, uma delícia! Ficamos umas 2 horas por lá, almoçamos e depois seguimos para a Lagoa Azul. Uma pena o nível da água estar tão baixo, mas não tirou a beleza do lugar. Como este passeio que contratamos durava em média 5 horas, preferimos ficar mais tempo na primeira lagoa (baseados em comentários que lemos nos sites de viagens e no nosso próprio encantamento e acertamos em cheio), então demos apenas um mergulho na Lagoa Azul e pegamos a rota de volta para o Preá, o que significava mais uns trinta minutos pela beira da praia, no buggy, sentindo o vento no rosto e com uma sensação de liberdade fantástica.

Ao chegarmos no hotel em Acaraú, depois da volta de 45Km (entre a estrada de barro e a CE 085 – de novo!), achamos por bem reduzir nossa estada e decidimos não ficar os 2 dias por lá como havíamos pensado. Fechamos a conta e voltamos para Fortaleza imediatamente. É a vantagem de viajar sem muito compromisso com rotas e horários. 😉

Chegamos em Fortaleza na hora do jantar, comemos uma pizza deliciosa em um dos meus restaurantes favoritos da capital cearense, o Coco Bambu, pesquisamos um hotel por perto (entre os bairros de Aldeota e Meireles) e fomos descansar porque o dia tinha sido de muito sol e de muita estrada. Iniciávamos, então, nosso retorno a Natal, mas antes íamos explorar outra praia: Canoa Quebrada.

Previous Image
Next Image

info heading

info content


Continue junto conosco e veja os outros dias de nossa viagem Natal – Fortaleza de carro:

DIA 1: Natal – Mossoró de carro
DIA 2: O que fazer em 1 dia em Fortaleza
DIA 3: Jijoca de Jericoacoara
DIA 5: O que fazer em Canoa Quebrada
DIA 6: Canoa Quebrada – Natal de carro

Sobre Priscila Lima

Administradora apaixonada por viagens e que aproveita cada dia de folga para descobrir uma coisa nova pelo mundo. Compartilhar informações sobre qualquer coisa e cuidar deste site são seus passatempos favoritos.

Aguarde

Deixe uma resposta

Seu email não será publicadoOs campos marcados são obrigatórios *

*

Subir
%d blogueiros gostam disto: